A Fundação

A História de Ibirama

A História de Ibirama teve início em fins de 1897, mais precisamente em 08 de Novembro, com a chegada da primeira leva de imigrantes alemães. A ocupação do território ficou a cargo da Sociedade Colonizadora Hanseática, uma das entidades criadas na Alemanha para supervisionar as imigrações para o Brasil. Uma expedição chefiada pelo Diretor da Sociedade, Alfred Sellin, fundou a sede da colônia, que recebeu o nome de Hamônia.

A emancipação da colônia é datada em 11 de Março de 1934. Seu nome foi trocado para Dalbérgia e em 1943 passou a ser chamada Ibirama, que em linguagem indígena quer dizer “terra da fartura”. Após cem anos Ibirama já passou por várias fases. Já teve a base de sua economia na extração vegetal e na agropecuária de subsistência. Considerada por muitos como a Suíça catarinense, atualmente a cidade trabalha para atrair novos investimentos.

Atualmente a cidade é conhecida por seu potencial turístico. Em Ibirama as belezas naturais são preservadas, vários esportes ecológicos são praticados, entre eles, e mais conhecido, o rafting (descida de corredeiras em botes infláveis), as caminhadas ecológicas, o rapel (descida de cachoeiras com auxílio de cordas).

Em 1997, Ibirama completou 100 anos, e para homenagear as pessoas que ajudaram a construir a cidade foi criado o Monumento do Centenário (foto abaixo). Nele stão esculpidas as figuras do Índio, do Imigrante Desbravador, do Agricultor e do Operário. A obra, localizada na entrada da cidade, foi criada pelo escultor ibiramaense Roland Rikli.

Facebook
Todos os direitos reservados © 2017 - Prefeitura Municipal de Ibirama
Prefeitura de Ibirama